quinta-feira, julho 09, 2009

NÉVOA EM NEVERLAND
à memória de Michael Jackson

Enfim a criança cresceu.
Deixou o castelo de seus sonhos
e preferiu a perfeição celeste
que buscou a todo custo,
em todo tempo, a vida toda.
Tolhido do direito de dizer
as próprias palavras,
preterido pela maturidade precoce
e ao mesmo tempo aprisionado
numa infância nunca finda,
o herói tentou curar o mundo
expondo seu ponto mais fraco,
tornando-se um excêntrico
no cenário musical,
um produto infeliz do show bizz.

Seria leviano um astro
andar na lua?

Descanse em paz, pobre menino.
Cante livremente os louvores eternos
e enterneça os ouvidos de Deus,
ganhando agora o lugar melhor
que tanto almejou;
pois aqui, na Terra do Nunca,
o duro destino que de ti nos aparta
ainda espera por nós.

(Paulo Cruz)

8 comentários:

Valmir#Exemplo disse...

"Descanse em paz, pobre menino.
Cante livremente os louvores eternos..."

È por causa destas coisas, destas esperanças que eu amo o Evangelho.
Obroigado por mais um belo poema Paulo!!
Abraço

Valmir

Miguel Garcia disse...

Mui belo e sensível, como já é de costume!
Reverencias irmão/amigo!

Miguel

Rosana Garcia disse...

amei P ...

Meryelle disse...

tudoooo....cada dia vc está melhor..bjsss

Marli disse...

Hola Paulo,
Li um artigo seu sobre poesia no site'Cristiano Criativo', gostei muito e como voce, tento fazer os poemas metricamente mas sempre desisto. Valeu pelas dicas e Parabens pelo blog.. pelas poesias

octavio disse...

ó meu tio ai em parbens tio dahora

Fátima Nascimento disse...

Paulo, amigo, irmão, e parceiro nas a-venturas do existir.. Obrigado por vc ser e ser e ser muito mais, e saber amar e amar e amar como poucos.
Gostaria que soubesse que temos lido nosso coração em seus belíssimos e apaixonados poemas.
Muitíssimo obrigada por vc ser nosso Paulo louvado e bendito!

Conte conosco, sempre.
Amamos vc, a Biga e o Tiago(Que saudade!), de paixão.

Bjos e abraços ternos contagiantes,

Fátima.

Paulo Cruz (PC) disse...

Fátima, querida...

É ou não é um banho de bondade que recebo?
O calor que colore tuas palavras, a ternura no entorno de teu gesto...vindos de você, tudo isso tem o perfume do Mestre.

Muito obrigado.
Beijo grande,
PC