quinta-feira, julho 26, 2007

RETRATO

Era um sorriso inocente
Era uma pose engraçada
Era um pedaço de gente
Era alegria espalhada

Era o orgulhoso Narciso
Era a criança levada
Era o que dava o sorriso
Era o que cobrava nada

Era o que andava tão bem
Era o que hoje eu entendo
Era o mais sábio também
Era o que era não sendo

Era o que amava seus pais
Era da música amigo
Era o que dançava mais
Era da paz o abrigo

Era de Deus o retrato
Era dos seus companhia
Era criança de fato
Era o amor que vencia

Era assim, só alegria
Era sim, vida de brilho
Era o que falando ria
Era eu, hoje é meu filho

(PC - 05/04/2007)

Um comentário:

Alexandra Resende disse...

Esse é fofo!

Gostei mt tb!